O guaraná de toda uma vida

REVISTA: Sr. Osvaldo, cliente, grande parceiro nosso, de longa data, do supermercado Santa Luzia. Seu Osvaldo, há quanto tempo você já está neste comércio?

SR. OSVALDO: Eu iniciei com frango vivo e abatido. Eu tenho um frigorífico que tá com 36 anos. Mas aqui, onde eu comecei a comprar de vocês, eu já tinha amizade, sou muito amigo da família, de todos eles, está com 25 anos, e a nova loja inaugurei aqui no dia 1º de maio de 1991.

REVISTA: Onde começou a parceria com a Delrio?
SR. OSVALDO: Eu, o Zé Luís, os irmãos somos muito amigos, eu conheci a Delrio no início. Todos estes anos, eu conheço a Delrio. Eu não vim conhecer a Delrio só depois que eu comecei a comprar não.

REVISTA: Você conheceu durante os 60 anos da história?
SR. OSVALDO: Eu comprava para o meu consumo, do meu pai e da minha mãe. Papai já faleceu, mas o guaraná da vida dele era o Delrio. Minha mãe ainda hoje é. Ela só toma Delrio. Eu continuo comprando Delrio lá em Sobral pra ela. E esta história aqui, a minha história, é que nós compramos para o consumo. Quer dizer: os anos que tem de fábrica eu tenho de consumo.

REVISTA: Então na verdade é um grande relacionamento! E aí, seu Osvaldo, a gente sabe que o senhor nos ajudou muito a implantar o Delrio aqui na região, foi isso mesmo?

SR. OSVALDO: Eu não sei assim dizer que fui eu o primeiro, mas fui eu que procurei quando eu botei minha empresa, eu fui à Sobral só tratar disto. Fui muito bem recebido pelos meninos. Uma firma quando trabalha com honestidade, ela progride. Se ela for um passo pra frente, nunca mais ela dá um passo pra trás. Não posso dizer que o mérito foi meu não, mas eu sempre defendi muito a Delrio.

REVISTA: A propaganda boca à boca ajuda muito não é?

SR. OSVALDO: Eu tenho feito muita propaganda de vocês. Eu sou bairrista, sou de Sobral. Devido à amizade que eu tenho a estes meninos. É amizade, que nós tínhamos e continuamos. Eu não tenho muito contato com eles, porque eles pouco vêm aqui e eu pouco vou lá.

REVISTA: Tirando esta parte do senhor ter um bom relacionamento com os meninos, o senhor realmente gosta do nosso produto?

OSVALDO: Gosto, todos gostam, Ave Maria!

REVISTA: Nós lançamos muitos produtos, abacaxi, caju, suco del Ricco… Como foi a aceitação?

SR. OSVALDO: A Delrio em Camocim é muito querida, muito acreditada. Isso é fazer por onde. Os vendedores, não é porque eu estou na sua frente, são pessoas honestas, pessoas íntegras e pessoas lucrativas. O comentário de vocês em Camocim é muito bom!

REVISTA: Graças a Deus, isso é muito importante pra gente, e os novos serviços?

SR. OSVALDO: O produto de vocês, a entrega, os motoristas são uma educação, tratam todo mundo bem.

REVISTA: A relação do seu Osvaldo e o Santa Luzia com a Delrio vai além das negociações. Além do comercial. Isso pra gente é fundamental.

SR. OSVALDO: Eu sempre comento isso com vocês. Os que estão aqui presentes sempre ouvem que eu tenho um carinho todo especial pela a Delrio.